Rogério Rocco participou no fim da tarde de domingo, 26, do ato que lembrou um ano do trágico acidente do bondinho de Santa Teresa, que matou várias pessoas, entre elas o motoneiro Nelson, figura muito querida no bairro. A “crônica de uma morte anunciada”, como é tratado o acidente pelos moradores, foi retratada num documentário exibido na rua e muito aplaudido pelos que lotaram o Largo dos Guimarães. A Amast – Associação dos Moradores de Santa Teresa – não poupou críticas aos governos municipal e estadual, que não responderam carta e abaixo-assinado entregues pela Associação ao longo desse ano. A crítica à omissão e indiferença do Poder Público marcou todas as falas no evento. Rogério Rocco defende a volta do bondinho em sua forma tradicional e com total segurança para moradores e turistas de Santa Teresa.

Rogério Rocco entre os amigos Paulo Goulart e Lidia Pena, no ato no Largo dos Guimarães.